Espaço Publicitário

Expocafé consolida-se como espaço de negócios e troca de experiências

24/05/2017

A 20ª edição da maior feira nacional da cafeicultura, a Expocafé, realizada no Campo Experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), em Três Pontas, teve a participação de mais de 150 empresas, que trouxeram novas tecnologias para este setor, que deve produzir nesta safra mais de 47 milhões de sacas de café no Brasil.

 

O presidente da Cocatrel, Francisco Miranda, ressaltou alguns pontos importantes dessa edição. “Tive a oportunidade de participar desde a primeira edição da feira, há 20 anos. Vi o crescimento e o progresso da Expocafé com relação às pesquisas e à oferta de novos implementos e inovações para os produtores rurais. A Expocafé já é uma consagração e, graças a Deus, temos a cada ano, melhorado as condições para que o expositor e o visitante tenham mais conforto e mais facilidade na locomoção, como o asfalto, que em parceria com a Epamig, conquistamos em 2017. O que esperamos é que a feira continue por vários anos, pois ela é muito significativa e, no meu entendimento, marca o início da mecanização da cafeicultura no Sul de Minas. Que a parceria entre a Universidade Federal de Lavras – UFLA, Epamig e Cocatrel continue gerando bons frutos sempre. Eu, como presidente da Cocatrel, sinto-me muito orgulhoso e satisfeito por esse evento”.

 

“Por dois anos fomos organizadores da feira e temos, sim, o desejo de retomar esta posição. Gostaríamos que a Expocafé não se tornasse apenas mostruário de produtos. Desde 2016 já temos feito negócios dentro do nosso estande, mas a ideia é potencializar isso. Queremos aumentar as negociações entre os expositores e os nossos cooperados além de dar oportunidade a todos, de comprar produtos a preços mais acessíveis, no momento mais adequado e utilizando seu café como moeda de troca, através do barter”. Francisco ainda agradeceu a presença de todos os expositores, visitantes, produtores rurais e colaboradores da Cocatrel, a UFLA, Epamig, Prefeitura Municipal, organização e segurança e deixou o convite para que todos compareçam novamente ao evento, em 2018".
 

A feira recebeu visitantes de 18 estados, do Distrito Federal e de países como México e Colômbia. Cerca de 15 mil pessoas movimentaram mais de R$ 200 milhões em negócios. De acordo com o coordenador geral da Expocafé, Antônio Nunes, esse ano houve um aumento em 30% nas transações que acontecem durante a feira e no atendimento após o evento, diretamente com os clientes cadastrados. “Onze novas empresas já nos procuraram com a intenção de participar da próxima edição e cinco querem expandir sua área de exposição”, afirma.


A prospecção de novos clientes, o público de qualidade e a antecipação da data do evento foram os pontos altos na avaliação do presidente da Pinhalense, Reymar Coutinho de Andrade. Segundo ele, a participação da empresa este ano foi muito vantajosa porque abriu possibilidades de potenciais clientes interessados em equipamentos para a próxima colheita, que será maior que a atual. “A antecipação da feira nos surpreendeu positivamente. Os cafeicultores compareceram, realizaram negócios e conheceram equipamentos já pensando na próxima safra”, disse o empresário, que recebeu produtores de regiões cafeeiras de São Paulo, Paraná e do Sul de Minas.


A Expocafé foi ainda uma oportunidade de interação e debate entre diversos setores. Durante o evento tiveram momentos, como simpósio, minicursos e interação nos estandes para discussão de temas ligados à qualidade tendências do café.

 

Para a cafeicultora de Três Pontas, Carmem Lúcia de Brito, há um resgate da valorização não só da mulher, mas de todas as pessoas do campo que produzem alimento. “Implantei áreas experimentais em minha fazenda para conhecer cultivares que oferecem bebidas especiais. Tenho buscado informações e o apoio das instituições que detêm tecnologias”, conta.


Para o coordenador técnico da Expocafé, César Botelho, que é também coordenador do programa de cafeicultura da EPAMIG, a Expocafé cumpre a proposta de ser um espaço democrático para interação dos técnicos com o cafeicultor. “Essa edição contou com vários lançamentos de produtos e muitas novidades. Além da oportunidade de bons negócios, o cafeicultor pode trocar experiências e receber orientações técnicas junto aos agrônomos e pesquisadores”, completa.


Rainha e Princesas Expocafé

 

Além do lado técnico, de informação e negócios da Expocafé, um dos momentos mais belos do evento é a coroação da rainha, princesas e príncipe do café, que geralmente acontece na semana anterior à feira. Este ano, a lavrense Ana Luiza Rodrigues passou sua faixa de Rainha Expocafé e Girl Coffee International 2016 para suas sucessoras. A nova rainha é Ellen Teodoro, de Florianópolis (SC) e a faixa de Girl Coffee International foi passada para Rita de Cássia, da cidade de Machado.

 

Além delas, ainda foram coroadas a primeira princesa Diana Pereira, de Três Pontas e a segunda princesa Marlucy Oliveira, de Alfenas. O 1° Príncipe do Café do Brasil também foi eleito. Quem recebeu a coroa foi o modelo Jhonatans Reis, da cidade de Divinolândia.

 

Um dos destaques entre os coroados é a primeira princesa da Expocafé, Diana Pereira, por representar efetivamente a mulher do campo. Patrocinada pela Cocatrel, Diana é safrista e trabalha há cinco anos apanhando café. Por ter experiência na lavoura, a princesa teve a oportunidade de compartilhar com as outras candidatas seu conhecimento sobre o principal produto da nossa região. Apesar de gostar muito do que faz, a jovem, de 23 anos sonha em cursar Pedagogia e se tornar professora. “Acredito que tudo que é feito com suor e trabalho limpo é mais libertador. Seja na lavoura de café, num escritório ou em uma sala de aula, sempre serei eu mesma e de qualquer forma, feliz. Ser safrista não me faz diferente de ninguém”, ressaltou.

 

O Concurso “Rainha Expocafé/ Girl Coffee International” é organizado pela Wofse Produções, sob direção de Willian Rosa e apoiado pela Cocatrel.

 

 (E) Willian Rosa, Diana Pereira, Rita de Cássia, Jhonatans Reis, Ellen Teodoro, Ana Luiza Rodrigues e Marlucy Oliveira

 (E) Marlucy Oliveira, Ellen Teodoro, Rita de Cássia e Diana Pereira

 

Please reload

Espaço Publicitário

1/2
Notícias
Please reload

Copyright (c) 2018 COCATREL. Todos os direitos Reservados