Espaço Publicitário

Cocatrel recebe primeiro curso de Classificação e Degustação de Cafés Especiais

22/03/2017

 

Colaboradores do departamento de classificação e prova de cafés da Cocatrel participaram do primeiro curso de Classificação e Degustação, específico para cafés especiais, ministrado pelo Senar Minas. O treinamento, de 40 horas, foi realizado nos laboratórios da cooperativa e teve como objetivo treinar classificadores de cafés especiais, já que é uma demanda cada vez maior do mercado.

 

Na aula prática foi analisado o mundo dos cafés especiais, que vai desde o surgimento do café, passando pelo mercado, ondas de evolução do consumo, classificação do café verde, torra, habilidades sensoriais necessárias para a prova e degustação de amostras de cafés especiais de diferentes métodos de produção, de altitudes, regiões e pontuações variados. “A finalidade do treinamento é dar um maior embasamento para produtores rurais e seus familiares envolvidos na produção de café, como também aos profissionais da área que estão ingressando no mercado dos especiais”, explica o instrutor Marcos Antônio dos Reis Teixeira.

 

Esse foi um curso piloto promovido pelo Senar em Minas Gerais. Segundo Marcos, após receber toda metodologia de ensino e entender as diferentes nuances da qualidade do grão, o participante estará pronto para produzir  e analisar um café de bebida final muito melhor. Outro detalhe importante refere-se à cadeia do agronegócio café especial. O aluno acompanha todo o processo, até como agregar valor ao produto.

Pierre Ferreira Brito é Q Grader e gerente do departamento de classificação e degustação de cafés da cooperativa. Ele diz que o curso foi muito proveitoso. Para ele, as técnicas repassadas vão ajudar a alavancar o trabalho que já é realizado pela Cocatrel. “Nós temos hoje cerca de cinco mil cooperados de mais de 60 municípios. Trabalhamos com atendimento especializado, e esse treinamento veio de encontro ao que precisávamos para atender melhor o nosso cafeicultor”, diz.

 

Márcio José Silvério, um dos alunos, trabalha como classificador há 17 anos. Na opinião dele, o curso oferece uma base muito boa e didática. “Há cinco anos estou na cooperativa e fiz o treinamento com o objetivo de ampliar meus conhecimentos. É importante entender que a classificação tradicional é bem distinta da especial. Em uma você analisa a diferença na qualidade e na outra, o defeito. Para mim foi excelente ter essa nova visão”, finaliza.

Fonte: Ascom FAEMG

 

Colaborares do armazém participam de curso de classificação de café

 

 

Ainda no intuito de aprimorar o recebimento e classificação dos grãos entregues aos armazéns da cooperativa, outro curso em parceria com o Senar está sendo ministrado nos laboratórios da Cocatrel, desta vez para os colaboradores do armazém de Três Pontas, Nepomuceno, Coqueiral e Carmo da Cachoeira. Este curso de classificação e degustação de cafés em geral,  tem como principal objetivo preparar os funcionários para que eles entendam as características sensoriais do grão e as técnicas de classificação e degustação.

 

O curso é ministrado pelo professor Gilmar Reis Cabral e também visa oferecer aos alunos conhecimento para que, quando eles receberem uma remessa de grãos de café, tenham capacidade para analisar o tipo de grão e separá-los de acordo com suas características, em vez de armazenar toda a remessa misturada num mesmo lugar.

 

O gerente do departamento de classificação e degustação de cafés, Pierre Ferreira Brito explica, “com este curso é possível melhorar o recebimento dentro do armazém. Além disto, os funcionários aprendem sobre os diversos tipos de grãos e adquirem o conhecimento para separá-los por tipo, cor, aspecto, entre outras características, dando maior agilidade ao processo de armazenagem e padronização das sacas e bags”.

 

 

 

Please reload

Espaço Publicitário

1/2
Notícias
Please reload

Copyright (c) 2018 COCATREL. Todos os direitos Reservados