Novas regras para a Unimed começam a valer a partir de outubro


Um estudo recente feito pela Cocatrel mostrou que 31,12% dos cooperados, que são usuários da Unimed, movimentam zero ou menos que 20 sacas de café ao ano, o que não cobre, de maneira eficiente, os custos operacionais da cooperativa com a operadora de saúde.


Sendo assim, definiu-se que, a partir de outubro de 2019, todos os cooperados que forem usuários de quaisquer dos planos de assistência à saúde da Unimed, disponibilizados pela Cocatrel, e que não tiverem nos últimos 12 meses, efetuado o depósito de, no mínimo, 20 sacas de café, deverão pagar uma taxa extra, anual, equivalente a 1 (uma) mensalidade (incluindo titular e eventuais dependentes) do respectivo plano.


O valor dessa taxa será cobrado juntamente com a fatura/mensalidade do mês de outubro

de cada ano. Todos aqueles cooperados que depositaram 20 ou mais sacas de café nos últimos 12 meses ficarão isentos dessa taxa.


Para os produtores de leite e de cereais, a regra é a mesma. Aqueles que movimentam na Cocatrel volume equivalente a, no mínimo, 20 (vinte) sacas de cafés anuais, serão isentos

da taxa. Os outros também fi carão obrigados a pagar a taxa de uma mensalidade extra.


É importante dizer que esse valor extra a ser pago pelo cooperado não será integralizado ao

seu capital, pois a finalidade do pagamento é justamente custear as despesas da cooperativa

relacionadas com a disponibilização dos planos de saúde.

Copyright (c) 2018 COCATREL. Todos os direitos Reservados