A história do produtor Efrain Botrel Alves, premiado nos Melhores Cafés 2021/2022

A história do produtor Efrain Botrel Alves, premiado nos Melhores Cafés 2021/2022

Efrain Botrel Alves é um cafeicultor antenado e a frente de seu tempo. A Cafeicultura na sua família é secular e os ensinamentos passados de pai para filho. Apesar da primeira propriedade de seus bisavós estar localizada na região da Espera, em Três Pontas, seus cafés premiados é de sua fazenda em Ilicínea, região que tem depositado cafés maravilhosos na Cocatrel.

Mesmo tendo convivido em meio aos cafés desde criança, sendo que seu pai comercializava café e tinha um armazém em Três pontas, Efrain prestou vestibular, passou para o curso de Odontologia e foi cursar a faculdade em Belo Horizonte. Por problemas pessoais, decidiu abandonar tudo e voltou para cuidar das fazendas. Em 1982 iniciou a sua produção de cafés.

“Por conta do trabalho e das boas relações que meu pai tinha na época em que comercializava café, conheci muita gente importante do meio e obtive muita informação sobre cafés especiais e os valores a eles agregados. Por conta disso, iniciei a minha produção de especiais no início dos anos 2000. Entendi também a importância da certificação para a organização e gestão da fazenda e também para a preservação do meio ambiente e das nascentes. Fui um dos primeiros da região a ter uma propriedade certificada pela Rain Forest Alliance e isso foi um grande diferencial na minha trajetória”.

Efrain adquiriu sua propriedade em Ilicínia quando recebeu a visita de um importador que considerou aquele região como de altíssimo potencial, por conta do clima serrano e da excelente altitude, identificando-a como uma “Colômbia brasileira”. “Tenho cerca de 400 hectares de café em produção. Aqui em Ilicínea, 70% do que produzo são cafés acima de 83 pontos. Se levar em conta a produção total, 40% dos meus cafés são considerados finos ou especiais”.

Efrain é um produtor bastante premiado na cafeicultura, mesmo assim não deixa de ressaltar que é preciso muita dedicação e trabalho, pois os desafios são constantes. Temos histórias e dificuldades diferentes a cada ano. Dependemos do clima e do preço do café e nos esbarramos nos altos custos de produção. Uma dica que sempre dou é para que o produtor esteja em constante aprendizado, cada vez mais tecnificado e produzindo em alta escala para garantir lucratividade. Para isso, é importante ter uma boa assistência técnica, escolher variedades mais resistentes a pragas e doenças e fazer uma gestão eficiente da propriedade.

Mesmo tendo sido por várias vezes premiado com os seus cafés, Efrain ressalta que a premiação da Cocatre ltem um gostinho diferente, pois não se trata de um concurso. “Saber que o meu café é um dos 12 melhores dentre todos da cooperativa é muito gratificante. Sou cooperado da Cocatrel desde os anos 80 mas só voltei a trabalhar com a cooperativa no ano passado, justamente pelo trabalho muito bem feito que vem sendo feito no CDT e pela diretoria. Tive a oportunidade de fazer uma viagem junto com a equipe comercial da cocatrel para Dubai e fiquei muito satisfeito. Tenho certeza qua estamos no caminho certo”.

O café premiado do Efrain vem da Fazenda Águas Claras, em Ilicínea (MG). ele foi produzido a 1300m de altitude e trouxe um sabor doce e licoroso, com notas de chocolate, cacau, ameixa e frutas vermelhas, especialmente uva.

Comunicação Cocatrel

Comunicação Cocatrel

Deixe uma resposta