Novembro de 2021: o resumo do que aconteceu no mês

Novembro de 2021: o resumo do que aconteceu no mês

Novembro de 2021 é o quarto mês consecutivo que apresenta preços médios acima de R$ 1mil a saca. Aliás, 2021 apresenta preços em alta durante todos os meses, o que significa uma escada de alta, com preços dos meses sempre superando os preços do mês anterior. Se compararmos o preço médio de janeiro em relação ao de novembro, verifica-se uma alta de 109%, ou seja, o preço mais que dobrou, passando de R$ 640 para R$ 1.338 a saca de 60kg. Tudo isso para o padrão COC-3.

Pode-se dividir o mês de novembro de 2021 em duas partes. As duas primeiras semanas apresentaram cotações abaixo de R$ 1.300 a saca, com médias de R$ 1.270 e R$ 1.275 para a primeira e segunda semanas. A segunda quinzena mostrou preços acima de R$ 1.300 a saca, com médias de R$ 1.370 e R$ 1.437 para a terceira e quarta semanas.

O dólar do mês variou entre a máxima de R$ 5,67 e a mínima de R$ 5,40; e a média ficou em R$ 5,56. A variação foi relativamente baixa, ficando em 5%. No café, o mercado oscilou muito e a diferença entre a máxima (R$ 1.460) e a mínima (R$ 1.230) ficou em R$ 230 por saca, ou seja, 19% de oscilação.

Os últimos seis dias do mês apresentaram cotações acima de R$ 1.400, refletindo os preços do vencimento março na bolsa de Nova Iorque, que, no dia 24/11, apresentou sua maior cotação em 10 anos. Novembro foi o primeiro mês do ano que apresentou cotações acima de 200 c/lb em todos os dias. A máxima foi de 245,40 c/lb e a mínima de 202 c/lb. A oscilação foi de 4.300 pontos, algo muito significativo, mostrando toda a volatilidade do mercado de café.

Preocupações com a oferta em 2022, afetada pela seca ocorrida em 2021 e o baixo pegamento da florada, mais gargalos logísticos generalizados nos portos e aquecimento do consumo de café, seguem dando suporte para que as cotações sigam em alta no mercado.

Lucio Caldeira

Lucio Caldeira

Lúcio Caldeira é professor, palestrante, consultor e escritor, atuando nas áreas de Marketing e Gestão Estratégica. É autor dos livros: A Guerra do Café; Revoluções no Café; e Batalhas do Futebol. Atua como comentarista do programa de TV - Café com TV, com os blocos – “Palavra do Especialista” e “Café e Cultura” da TV Alterosa/SBT, e é colunista da Revista Cocatrel, com as colunas: Opinião; “E por falar em Café” e “Mercado do Café”. Professor no Unis, é formado em Administração, especialista em Finanças, Mestre em Estratégia e Doutor em Marketing.

Deixe uma resposta